UEL 2007

25- “O homem político poderia ser ele mesmo.
Autenticamente. Ele prefere parecer. Ainda que lhe
seja preciso simular ou dissimular. Compondo um
personagem que atraia atenção e impressione a
imaginação. Interpretando um papel que é por vezes
um papel composto. De modo que, recorrendo a um
vocabulário colhido no teatro, fala-se em ‘vedetes’,
outrora em ‘tenores’, sempre em ‘representação
política’”.
Fonte: SCHWARTZENBERG, R. O Estado Espetáculo.
Tradução de Heloysa de Lima Dantas, Rio de Janeiro-São Paulo:
Difel, 1978, p. 7.
Com base no texto e nos conhecimentos sobre os
temas Indústria Cultural e Política, é correto
afirmar:
a) Na atualidade, a arte de dissimular dos políticos
está cada vez menos evidente e, com base nela,
os eleitores escolhem seus candidatos.
b) Através da imagem construída pelo candidato se
pode distinguir claramente sua ideologia.
c) Na era das comunicações, o indivíduo torna-se
cada vez mais informado, portanto, mais imune à
propaganda, inclusive à propaganda política.
d) No Brasil, a indústria cultural torna manifestações
como o teatro, a literatura, a música popular e as
artes plásticas, livres de qualquer traço de
mediocridade por ter conotação ideológica.
e) A indústria cultural repousa sobre a produção de
desejos, imagens, valores e expectativas, por isso
somos cada vez mais suscetíveis à propaganda
política.
resposta: E
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog Stats

  • 743,858 visitas
%d blogueiros gostam disto: