ENEM 2017

(Enem 2017)  Sou filho natural de uma negra, africana livre, da Costa da Mina (Nagô de Nação), de nome Luiza Mahin, pagã, que sempre recusou o batismo e a doutrina cristã. Minha mãe era baixa de estatura, magra, bonita, a cor era de um preto retinto e sem lustro, tinha os dentes alvíssimos como a neve, era muito altiva, geniosa, insofrida. Dava-se ao comércio — era quitandeira, muito laboriosa e, mais de uma vez, na Bahia, foi presa como suspeita de envolver-se em planos de insurreição de escravos que não tiveram efeito.

AZEVEDO, E. “Lá vai verso!”: Luiz Gama e as primeiras trovas burlescas de Getulino. In: CHALHOUB, S.; PEREIRA, L. A. M. A história contada: capítulos de história social da literatura no Brasil. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1998 (adaptado).

 

Nesse trecho de suas memórias, Luiz Gama ressalta a importância dos(as)

a) laços de solidariedade familiar.

b) estratégias de resistência cultural.

c) mecanismos de hierarquização tribal.

d) instrumentos de dominação religiosa.

e) limites da concessão de alforria.

 

Resposta: B

Anúncios

ENEM 2016

(Enem 2016)

Texto I

Documentos do século XVI algumas vezes se referem aos habitantes indígenas como “os brasis”, ou “gente brasília” e, ocasionalmente no século XVII, o termo “brasileiro” era a eles aplicado, mas as referências ao status econômico e jurídico desses eram muito mais populares. Assim, os termos “negro da terra” e “índios” eram utilizados com mais frequência do que qualquer outro.

SCHWARTZ, S. B. Gente da terra braziliense da nação. Pensando o Brasil: a construção de um povo. In: MOTA, C. G. (Org.). Viagem Incompleta: a experiência brasileira (1500-2000). São Paulo: Senac, 2000 (adaptado).

 

Texto II

Índio é um conceito construído no processo de conquista da América pelos europeus. Desinteressados pela diversidade cultural, imbuídos de forte preconceito para com o outro, o indivíduo de outras culturas, espanhóis, portugueses, franceses e anglo-saxões terminaram por denominar da mesma forma povos tão díspares quanto os tupinambás e os astecas.

SILVA, K. V.; SILVA, M. H. Dicionário de conceitos históricos. São Paulo: Contexto, 2005.

 

Ao comparar os textos, as formas de designação dos grupos nativos pelos europeus, durante o período analisado, são reveladoras da

a) concepção idealizada do território, entendido como geograficamente indiferenciado.

b) percepção corrente de uma ancestralidade comum às populações ameríndias.

c) compreensão etnocêntrica acerca das populações dos territórios conquistados.

d) transposição direta das categorias originadas no imaginário medieval.

e) visão utópica configurada a partir de fantasias de riqueza.

 

Resposta: C

ENEM 2013

Q29 (Enem 2013 – azul)  Seguiam-se vinte criados custosamente vestidos e montados em soberbos cavalos; depois destes, marchava o Embaixador do Rei do Congo magnificamente ornado de seda azul para anunciar ao Senado que a vinda do Rei estava destinada para o dia dezesseis. Em resposta obteve repetidas vivas do povo que concorreu alegre e admirado de tanta grandeza.

“Coroação do Rei do Congo em Santo Amaro”, Bahia apud DEL PRIORE, M. Festas e utopias no Brasil colonial. In: CATELLI JR., R. Um olhar sobre as festas populares brasileiras. São Paulo: Brasiliense, 1994 (adaptado).

 

Originária dos tempos coloniais, a festa da Coroação do Rei do Congo evidencia um processo de

a) exclusão social.

b) imposição religiosa.

c) acomodação política.

d) supressão simbólica.

e) ressignificação cultural.

 

Resposta: E

UEM 2009 – inverno

Questão 10
Considerando o papel das sociedades indígenas no
processo de formação da diversidade étnica brasileira,
assinale o que for correto.
 
01) O trabalho nessas sociedades é marcado por três
elementos básicos: relações de parentesco,
obrigações rituais e míticas e falta de separação entre
atividades produtivas e lúdicas.
02) Para além da diversidade de comunidades, de grupos
e de nações indígenas, é possível identificar o “índio
brasileiro” como portador de uma identidade étnica
única.
04) As populações indígenas gastam pouco tempo
executando tarefas voltadas à satisfação de suas
necessidades materiais e sociais, porque são
naturalmente mais vagarosas.
08) O contato interétnico entre índios e brancos, durante
o processo de colonização da sociedade brasileira,
provocou o genocídio de diversas populações
indígenas, revelando que essas relações foram
reguladas pela violência.
16) As posturas colonialistas partiam da oposição entre
“primitivos” e “civilizados”, o que fez que a
contribuição dos povos indígenas ao processo de
formação da sociedade brasileira fosse identificada
como sinal de atraso.
 
resposta: 25

UEM 2008 – inverno

14 – Sobre a interação entre os grupos étnicos no Brasil e
a diversidade cultural do país, assinale o que for
correto.
 
01) O conceito de etnia diz respeito à origem
comum de um povo. Pertencem à mesma etnia
os grupos de indivíduos que compartilham uma
história, os mesmos laços lingüísticos e
culturais.
02) O Brasil é conhecido por sua diversidade étnica
e cultural. Ao longo de toda a história, esse
contato ocorreu sem conflitos, a interação social
e étnica deu-se de modo pacífico e harmonioso.
04) A mobilização de parcela de grupos de
indivíduos negros, reivindicando igualdade de
oportunidade no trabalho, na educação e o fim
da discriminação, é um exemplo de demanda de
etnicidade.
08) No início do século XX, ainda era possível
encontrar grupos indígenas isolados, como os
Xetá no noroeste paranaense. Com a
colonização cafeeira, eles foram perseguidos e
retirados de suas terras, restando pouquíssimos
deles como resultado daquele contato
interétnico.
16) A vida cultural brasileira é fruto de um processo
de assimilação das heranças culturais de
diferentes grupos étnicos – indígenas, africanos,
europeus, asiáticos, entre outros. Os integrantes
desses grupos interagem, negociam e disputam
em torno de suas idéias e interesses, formando
nosso legado cultural.
 
resposta: 29

UEL 2011

24) Observe a charge.

 

(Haiti. Le Monde Diplomatique Brasil. Ano 3. n. 31. fev. 2010.)

 

A charge remete ao recente problema vivido pelo Haiti, onde um terremoto fez milhares de vítimas.
Com base na charge e nos conhecimentos sobre a América Latina, assinale a alternativa correta.
a) As catástrofes naturais estão na origem da pobreza em diversos países da América Latina, sendo o exemplo mais recente o Haiti.
b) Graças à ajuda humanitária oferecida pelas nações desenvolvidas aos países afetados pelas tragédias naturais, rompe-se o tradicional círculo vicioso da pobreza.
c) Os países da América Latina têm, na base de sua miséria social, a forma atrelada com a qual neles se
desenvolveu o capitalismo, isto é, suas origens coloniais.
d) O exemplo do Haiti revela que a miséria da população resulta da tendência dos pobres em optar por ter vários filhos para se beneficiar dos programas sociais do estado.
e) Na América Latina, as recentes tragédias naturais vividas pelo Haiti, Peru e Chile são agravadas pela ausência de movimentos sociais que reivindiquem direitos de cidadania.

 

resposta: C

 

Blog Stats

  • 1.270.395 visitas
%d blogueiros gostam disto: