UEM 2009 – inverno

Questão 02
Em 2008, foi comemorado o centenário da Imigração
Japonesa no Brasil. Considerando esse fato e utilizando
seus conhecimentos sobre a temática da “diversidade
étnica na cultura brasileira”, assinale o que for correto.
 
01) A integração dos japoneses à nova pátria ocorreu sem
resistências de ambos os lados, sendo a convivência
inicial entre brasileiros e japoneses harmoniosa,
independente de suas diferenças culturais.
02) Para os imigrantes japoneses, a chegada na nova terra
representou uma profunda mudança. Por meio de
associações civis, educativas e religiosas, eles
procuram construir uma nova identidade,
combinando a memória do passado com as
experiências do presente.
04) A regra tradicional de casamento intraétnico,
configuração familiar característica dos primeiros
anos de imigração, raramente foi rompida ou
questionada pelas novas gerações, mantendo-se como
uma das principais formas de afirmação da
identidade japonesa.
08) A imigração implicou uma nova construção do
“modo de ser japonês”, processo de construção
identitária que se mantém com as novas gerações e
que pode ser observado nas formas de apropriação e
de consumo de produtos da indústria cultural
japonesa, como os mangás e os animes.
16) Nas décadas de 1980 e 1990, um número
considerável de descendentes de japoneses partiram
para o Japão em busca de empregos. Esse movimento
imigratório enfraqueceu-se no contexto atual.
 
resposta: 26

UEM 2009 – inverno

Questão 10
Considerando o papel das sociedades indígenas no
processo de formação da diversidade étnica brasileira,
assinale o que for correto.
 
01) O trabalho nessas sociedades é marcado por três
elementos básicos: relações de parentesco,
obrigações rituais e míticas e falta de separação entre
atividades produtivas e lúdicas.
02) Para além da diversidade de comunidades, de grupos
e de nações indígenas, é possível identificar o “índio
brasileiro” como portador de uma identidade étnica
única.
04) As populações indígenas gastam pouco tempo
executando tarefas voltadas à satisfação de suas
necessidades materiais e sociais, porque são
naturalmente mais vagarosas.
08) O contato interétnico entre índios e brancos, durante
o processo de colonização da sociedade brasileira,
provocou o genocídio de diversas populações
indígenas, revelando que essas relações foram
reguladas pela violência.
16) As posturas colonialistas partiam da oposição entre
“primitivos” e “civilizados”, o que fez que a
contribuição dos povos indígenas ao processo de
formação da sociedade brasileira fosse identificada
como sinal de atraso.
 
resposta: 25

UEM 2008 – verão

Questão 06
Sobre o tema da diversidade étnica, as teorias
sociológicas afirmam que, na cultura brasileira,
 
01) o futebol pode ser pensado como símbolo de
nacionalidade que ultrapassa as barreiras existentes
entre diferentes grupos sociais, tornando possível a
um indivíduo como Pelé condensar o que seria o
estilo brasileiro de jogar.
02) o processo de miscigenação pelo qual passou a
sociedade brasileira não teve reflexos em nossa
culinária, tornando a feijoada e a caipirinha,
respectivamente, prato e bebida típicos apenas para
baianos e cariocas.
04) o contato interétnico é um fenômeno que ocorreu
somente no período colonial e foi fundamental para
manutenção dos rituais religiosos de algumas tribos
indígenas.
08) o carnaval possibilita o encontro de diferentes grupos
étnicos e sociais, subvertendo, ainda que
momentaneamente, as hierarquias presentes na
sociedade brasileira.
16) o futebol, a culinária e o carnaval são práticas
culturais que mascaram a existência das
desigualdades socioeconômicas presentes na
sociedade brasileira; por isso, não devem ser tomados
como objeto de estudo pela sociologia.
 
resposta: 09

UEM 2008 – verão

Questão 16
Considerando o debate sociológico sobre o tema das
“desigualdades sociais” no Brasil, assinale o que for
correto.
 
01) O desemprego é uma condição de vida
experimentada por muitos indivíduos na atualidade.
Ele é analisado pelas teorias sociológicas como uma
“questão social”, podendo ser um fenômeno que
envolve diversos elementos estruturais de uma ou de
várias sociedades.
02) O aumento significativo do número de divórcios é
resultado dos problemas que afetam os indivíduos em
particular, destruindo lares e famílias, exigindo
soluções específicas para cada pessoa.
04) As desigualdades socioeconômicas entre brancos e
negros são explicadas pelo sentimento de
inferioridade que os negros, historicamente,
cultivaram, não tendo relação com o regime de
produção baseado na monocultura, no latifúndio e na
escravidão.
08) Os negros integram o grupo social que permanece por
menos tempo na escola. A implantação de políticas
públicas que tenham como meta sua inclusão no
sistema formal de ensino integra, na atualidade, o
grupo das ações afirmativas, discutidas pelas
instituições de ensino superior.
16) O desemprego, o divórcio e as desigualdades
socioeconômicas entre negros e brancos podem ser
analisadas como “questões sociais” que produzem
efeitos perversos exclusivamente nas classes sociais
menos favorecidas.
 
resposta: 09

UEM 2008 – inverno

01 – Conhecer, registrar e analisar as características da
produção cultural e artística popular são recursos
importantes para a construção da memória e da
identidade de um povo. Nesse sentido, assinale a(s)
alternativa(s) correta(s).
 
01) No Brasil, existem diversas festas entendidas
como manifestações da tradição popular, porém
os folcloristas reconhecem como brasileiras
apenas aquelas que não possuem influência
estrangeira.
02) Alguns países europeus tiveram problemas em
relação à definição e à manutenção de suas
fronteiras e de sua soberania, bem como com
questões étnico-culturais. Por isso, utilizaram
suas tradições populares com o objetivo de
imprimir e difundir a idéia de nação.
04) As noções de “cultura erudita” e “cultura
popular” são construções utilizadas para
diferenciar as crenças, os valores e os costumes
do povo e das elites. Entretanto essas noções
obscurecem os diálogos e as trocas entre os
diferentes grupos existentes na sociedade.
08) Um exemplo de reflexão sobre a cultura
brasileira foi a Semana de Arte Moderna de
1922, que, entre outras coisas, pretendia mostrar
“o Brasil” às classes médias e às elites
nacionais, valorizando as expressões e os
costumes da população simples.
16) Para o senso comum, há uma hierarquia na
definição da cultura popular brasileira. Desse
modo, aquelas manifestações culturais restritas
a alguns grupos étnicos, religiosos ou regionais
tendem a ser entendidas como de menor
relevância para a cultura nacional.
 
resposta: 30

UEL 2008

36) Leia o texto a seguir.
[…] Como observam os pesquisadores do Instituto de Estudos Avançados da Cultura da Universidade de Virgínia, os executivos globais que entrevistaram “vivem e trabalham num mundo feito de viagens entre os principais centros metropolitanos globais – Tóquio, Nova York, Londres e Los Angeles. Passam não menos do que um terço de seu tempo no exterior. Quando no exterior, a maioria dos entrevistados tende a interagir e socializar com outros globalizados… Onde quer que vão, hotéis, restaurantes, academias de ginástica, escritórios e aeroportos são virtualmente idênticos. Num certo sentido habitam uma bolha sociocultural isolada das diferenças mais ásperas entre diferentes culturas nacionais… São certamente cosmopolitas, mas de maneira limitada e isolada.” […] A mesmice é a característica mais notável, e a identidade cosmopolita é feita precisamente
da uniformidade mundial dos passatempos e da semelhança global dos alojamentos cosmopolitas, e
isso constrói e sustenta sua secessão coletiva em relação à diversidade dos nativos. Dentro de muitas ilhas do arquipélago cosmopolita, o público é homogêneo, as regras de admissão são estrita e meticulosamente (ainda que de modo informal) impostas, os padrões de conduta precisos e exigentes, demandando conformidade incondicional. Como todas as “comunidades cercadas”, a probabilidade de encontrar um estrangeiro genuíno e de enfrentar um genuíno desafio cultural é reduzida ao mínimo inevitável; os estranhos que não podem ser fisicamente removidos por causa do teor indispensável dos serviços que prestam ao isolamento e autocontenção ilusória das ilhas cosmopolitas são culturalmente eliminados – jogados para o fundo “invisível” e “tido como certo”.
(BAUMAN, Z. Comunidade: a busca por segurança no mundo atual. Rio de Janeiro: Zahar, 2003. p. 53-55.)

 

De acordo com o texto, é correto afirmar que a globalização estimulou
a) a disseminação do cosmopolitismo, que rompe as fronteiras étnicas, quando todos são viajantes.
b) um novo tipo de cosmopolitismo, que reforça o etnocentrismo de classe e de origem étnica.
c) a interação entre as culturas nativas, as classes e as etnias, alargando o cosmopolitismo dos viajantes de negócio.
d) o desenvolvimento da alteridade através de uma cultura cosmopolita dos viajantes de negócios.
e) a emergência de um novo tipo de viajantes de negócios, envolvidos com as comunidades e culturas nativas dos países, onde se hospedam.

 

resposta: B

Blog Stats

  • 1.426.736 visitas
%d blogueiros gostam disto: