ENEM 2016

(Enem 2016)  Hoje, a indústria cultural assumiu a herança civilizatória da democracia de pioneiros e empresários, que tampouco desenvolvera uma fineza de sentido para os desvios espirituais. Todos são livres para dançar e para se divertir, do mesmo modo que, desde a neutralização histórica da religião, são livres para entrar em qualquer uma das inúmeras seitas. Mas a liberdade de escolha da ideologia, que reflete sempre a coerção econômica, revela-se em todos os setores como a liberdade de escolher o que é sempre a mesma coisa.

ADORNO, T HORKHEIMER, M. Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.

 

 

A liberdade de escolha na civilização ocidental, de acordo com a análise do texto, é um(a)

a) legado social.

b) patrimônio político.

c) produto da moralidade.

d) conquista da humanidade.

e) ilusão da contemporaneidade.

 

Resposta: E

Anúncios

Unesp 2014

(Unesp 2014)  Não somente os tipos das canções de sucesso, os astros, as novelas ressurgem ciclicamente como invariantes fixos, mas o conteúdo específico do espetáculo só varia na aparência. O fracasso temporário do herói, que ele sabe suportar como bom esportista que é; a boa palmada que a namorada recebe da mão forte do astro, são, como todos os detalhes, clichês prontos para serem empregados arbitrariamente aqui e ali e completamente definidos pela finalidade que lhes cabe no esquema. Desde o começo do filme já se sabe como ele termina, quem é recompensado, e, ao escutar a música ligeira, o ouvido treinado é perfeitamente capaz, desde os primeiros compassos, de adivinhar o desenvolvimento do tema e sente-se feliz quando ele tem lugar como previsto. O número médio de palavras é algo em que não se pode mexer. Sua produção é administrada por especialistas, e sua pequena diversidade permite reparti-las facilmente no escritório.

(Theodor W. Adorno e Max Horkheimer. “A indústria cultural como mistificação das massas”. In: Dialética do esclarecimento, 1947. Adaptado.)

 

O tema abordado pelo texto refere-se

a) ao conteúdo intelectualmente complexo das produções culturais de massa.

b) à hegemonia da cultura americana nos meios de comunicação de massa.

c) ao monopólio da informação e da cultura por ministérios estatais.

d) ao aspecto positivo da democratização da cultura na sociedade de consumo.

e) aos procedimentos de transformação da cultura em meio de entretenimento.

 

Resposta: E

UEM 2007 – inverno

70 – De acordo com o Novo Dicionário Aurélio da
Língua Portuguesa, a expressão “indústria cultural”
refere-se ao “complexo de produção de bens
culturais, disseminados através dos meios de
comunicação de massa, que impõe formas
universalizantes de comportamento e consumo;
comunicação de massa que funciona como sistema
mercantil e industrial” (Curitiba: Ed. Positivo, 2004,
p. 1098).
Levando-se em consideração essa definição bastante
abrangente, pode-se concluir que
A) a “indústria cultural” antecede a sociedade
moderna, já que, na Idade Média, a Igreja
Católica impunha a todos uma forma
universalizante de comportamento, a moral
cristã, e impedia o consumo de bens espirituais
que não correspondessem a seus preceitos.
B) existe uma profunda relação entre a expansão dos
meios de comunicação de massa e o
desenvolvimento da “indústria cultural”, o que
explica a importância, já atestada nas
Civilizações Antigas, da propaganda impressa
utilizada pelos artistas e artesãos para divulgar
seus produtos.
C) a “indústria cultural” está relacionada ao
desenvolvimento da sociedade capitalista
contemporânea, na qual todos os bens, inclusive
os culturais, como as reproduções das obras de
arte, tendem a ser transformados em mercadorias
para o consumo do maior número possível de
compradores.
D) os meios de comunicação de massa, sendo muito
mais antigos que a sociedade capitalista, não
estão completamente influenciados por ela; por
isso, não podem ser considerados uma parte
integrante da “indústria cultural”.
E) a “indústria cultural” surgiu na Europa Ocidental,
na época da transição do sistema artesanal,
característico da sociedade feudal, para o sistema
manufatureiro capitalista, processo que ocorreu
inicialmente no setor de comunicação de massa.
 
resposta: C

Blog Stats

  • 1.202.917 visitas
%d blogueiros gostam disto: