UEL 2011

28) A imagem ao lado retrata um personagem, Jeca Tatu, criado pelo escritor brasileiro Monteiro Lobato no começo do século XX.
Com base na imagem desse personagem e nos conhecimentos sobre a cultura caipira, é correto afirmar:
I. A cultura caipira resistiu ao desenvolvimento do capitalismo no campo, o que é demonstrado pela expansão
da música sertaneja moderna.
II. Jeca Tatu era visto como o modelo ideal de trabalhador para a indústria automobilística nascente,
por seu caráter dócil e seu espírito de iniciativa para enfrentar as adversidades.
III. A tradição da cultura caipira baseava-se na produção de valores de uso e mutirões, expressão do limitado
desenvolvimento da economia de mercado, nos agrupamentos rurais.
IV. Jeca Tatu exprimia, do ponto de vista econômico, a existência de disparidades sociais entre, de um
lado, um Brasil moderno e industrial e, de outro, aquele atrasado e agrário.
 
(Jeca Tatu – Monteiro Lobato – 1918)
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I e II são corretas.
b) Somente as afirmativas II e IV são corretas.
c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
e) Somente as afirmativas I, III e IV são corretas.
resposta: C

UEL 2010

Leia o texto a seguir e responda às questões 22 e 23.

 

No romance de Monteiro Lobato O Presidente Negro (1926), livro de ficção sobre os EUA, o personagem principal vê o futuro, o século XXI, ano de 2228, através de um porviroscópio, e tece algumas considerações sobre o estágio do choque das “raças” naquele contexto.
[…] Até essa época a população negra representava um sexto da população total do país. A predominância do branco era pois esmagadora e de molde a não arrastar o americano a ver no negro um perigo sério. Mas com o proibicionismo coincidiu o surto das idéias eugenísticas de Francis Galton. As elites pensantes convenceram-se de que a restrição da natalidade se impunha por 1001 razões, resumíveis no velho truísmo:
qualidade vale mais que quantidade. […] Os brancos entraram a primar em qualidade, enquanto os negros persistiam em avultar em quantidade. […] Mais tarde, quando a eugenia venceu em toda a linha e se criou o Ministério da Seleção Artificial, o surto negro já era imenso. […] (Felizmente), muito cedo chegou o americano à conclusão de que os males do mundo vinham dos três pesos mortos que sobrecarregam a sociedade – o vadio, o doente e o pobre. Em vez de combater esses pesos mortos por meio do castigo, do remédio e da esmola, como se faz hoje, adotou solução mais inteligente: suprimi-los. A eugenia deu cabo do primeiro, a higiene do segundo e a eficiência do último.
(LOBATO, M. O Presidente Negro. São Paulo: Globo, 2008, p.97 e p.117, grifos do autor)

 

22) Constituem exemplos de políticas eugenísticas promovidas como política oficial de Estado:
I. O apartheid na África do Sul, em vigor até o início dos anos de 1990.
II. As ações dos cidadãos comuns da Ku-Klux-Klan nos Estados Unidos, sobretudo nos anos 1960, com o crescimento do movimento dos direitos civis em defesa da raça branca.
III. A implantação dos campos de concentração na Alemanha nazista durante a Segunda Guerra Mundial.
IV. O movimento Anauê no Brasil, promovido por Plínio Salgado e base das milícias integralistas criadas por Getúlio Vargas.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I e II são corretas.
b) Somente as afirmativas I e III são corretas.
c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
d) Somente as afirmativas I, II e IV são corretas.
e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.

 

Resposta: B

Blog Stats

  • 1.353.336 visitas
%d blogueiros gostam disto: