Unesp 2014

(Unesp 2014)  Os reality shows são hoje para a classe mais abastada e intelectualizada da sociedade o que as novelas eram assim que se popularizaram como produto de cultura massificada: sinônimo de mau gosto. Com uma maior aceitação das novelas na esfera dos críticos da mídia, o reality show segue agora como gênero televisivo mundial, transmitido em horário nobre, e principal símbolo da perda de qualidade do conteúdo televisivo na sociedade pós-moderna. Os reality shows personificam as novas formas de identificação dos sujeitos nas sociedades pós-modernas. Programas como o BBB são movidos pelas engrenagens de uma sociedade exibicionista e consumista, que se mantém vendendo ao mesmo tempo a proposta de que cada um pode sair do anonimato e conquistar facilmente fama e dinheiro.

(Sávia Lorena B. C. de Sousa. O reality show como objeto de reflexão cultural. observatoriodaimprensa.com.br)

 

Sobre a relação entre os meios de comunicação de massa e o público consumidor, é correto afirmar que:

a) a qualidade da programação da tv não é condicionada pelas demandas e desejos dos consumidores culturais.

b) o reality show é uma mercadoria cultural relacionada com processos emocionais de seu público.

c) os critérios estéticos independem do nível de autonomia intelectual dos consumidores.

d) no caso dos reality shows, a televisão estimula a capacidade de fruição estética do público consumidor.

e) os programadores priorizam aspectos formativos relegando o entretenimento a uma condição secundária.

 

Resposta: B

Anúncios

Unesp 2014

(Unesp 2014)  Não somente os tipos das canções de sucesso, os astros, as novelas ressurgem ciclicamente como invariantes fixos, mas o conteúdo específico do espetáculo só varia na aparência. O fracasso temporário do herói, que ele sabe suportar como bom esportista que é; a boa palmada que a namorada recebe da mão forte do astro, são, como todos os detalhes, clichês prontos para serem empregados arbitrariamente aqui e ali e completamente definidos pela finalidade que lhes cabe no esquema. Desde o começo do filme já se sabe como ele termina, quem é recompensado, e, ao escutar a música ligeira, o ouvido treinado é perfeitamente capaz, desde os primeiros compassos, de adivinhar o desenvolvimento do tema e sente-se feliz quando ele tem lugar como previsto. O número médio de palavras é algo em que não se pode mexer. Sua produção é administrada por especialistas, e sua pequena diversidade permite reparti-las facilmente no escritório.

(Theodor W. Adorno e Max Horkheimer. “A indústria cultural como mistificação das massas”. In: Dialética do esclarecimento, 1947. Adaptado.)

 

O tema abordado pelo texto refere-se

a) ao conteúdo intelectualmente complexo das produções culturais de massa.

b) à hegemonia da cultura americana nos meios de comunicação de massa.

c) ao monopólio da informação e da cultura por ministérios estatais.

d) ao aspecto positivo da democratização da cultura na sociedade de consumo.

e) aos procedimentos de transformação da cultura em meio de entretenimento.

 

Resposta: E

ENEM 2015

Q39 (Enem 2015 – azul)  Na sociedade contemporânea, onde as relações sociais tendem a reger-se por imagens midiáticas, a imagem de um indivíduo, principalmente na indústria do espetáculo, pode agregar valor econômico na medida de seu incremento técnico: amplitude do espelhamento e da atenção pública. Aparecer é então mais do que ser; o sujeito é famoso porque é falado. Nesse âmbito, a lógica circulatória do mercado, ao mesmo tempo que acena democraticamente para as massas com os supostos “ganhos distributivos” (a informação ilimitada, a quebra das supostas hierarquias culturais), afeta a velha cultura disseminada na esfera pública. A participação nas redes sociais, a obsessão dos selfies, tanto falar e ser falado quanto ser visto são índices do desejo de “espelhamento”.

SODRÉ, M. Disponível em: http://alias.estadao.com.br. Acesso em: 9 fev. 2015 (adaptado).

 

A crítica contida no texto sobre a sociedade contemporânea enfatiza

a) a prática identitária autorreferente.

b) a dinâmica política democratizante.

c) a produção instantânea de notícias.

d) os processos difusores de informações.

e) os mecanismos de convergência tecnológica.

 

Resposta: A

ENEM 2014

Q5 (Enem 2014 – azul)

enem2014-q05-nao-ha-vagas

Considerando-se a dinâmica entre tecnologia e organização do trabalho, a representação contida no cartum é caracterizada pelo pessimismo em relação à

a) ideia de progresso.

b) concentração do capital.

c) noção de sustentabilidade.

d) organização dos sindicatos.

e) obsolescência dos equipamentos.

 

Resposta: A

UEM 2009 – inverno

Questão 06
Leia o fragmento abaixo:
“O príncipe eletrônico pode ser visto como uma das mais
notáveis criaturas da mídia, isto é, da indústria cultural.
Trata-se de uma figura que impregna amplamente a
Política, como teoria e prática. Impregna a atividade e o
imaginário de indivíduos e coletividades, grupos e classes
sociais, nações e nacionalidades, em todo o mundo. Em
diferentes gradações, conforme as peculiaridades
institucionais e culturais da política em cada sociedade, o
príncipe eletrônico influencia, subordina, transforma ou
mesmo apaga partidos políticos, sindicatos, movimentos
sociais, correntes de opinião, legislativo, executivo e
judiciário.” (IANNI, Octávio. O príncipe eletrônico. In:
COSTA, Cristina. Sociologia: introdução à ciência da
sociedade. São Paulo: Moderna, p.296.)
Considerando o texto acima, assinale a(s) alternativa(s)
correta(s).
 
01) Na sociedade contemporânea, as tecnologias de
comunicação tornam-se instrumentos significativos
na condução dos processos políticos e eleitorais.
02) A mídia tem-se constituído como um espaço
extremamente democrático do mundo globalizado,
valorizando a diversidade de posicionamentos
políticos e garantindo a integridade das mais variadas
instituições políticas tradicionais.
04) As concepções de mundo divulgadas pela mídia têm
um forte impacto sobre a vida cotidiana e são
suficientemente poderosas a ponto de influenciar a
organização política de uma nação.
08) As tecnologias de comunicação são utilizadas pelas
grandes corporações mundiais com o objetivo de
fazer que seus projetos sejam aceitos pelos
dominados.
16) A expressão “príncipe eletrônico” está associada à
concepção clássica de política construída por Nicolau
Maquiavel e é utilizada no texto acima como forma
de destacar os processos de enfraquecimento do
poder do Estado Moderno na vida política
contemporânea.
 
resposta: 29

UEM 2009 – inverno

Questão 12
Considerando as reflexões sociológicas sobre o conceito
“cultura”, assinale o que for correto.
01) O processo de modernização das sociedades gera
impactos na manifestação das tradições populares, o
que, segundo algumas vertentes sociológicas, pode
modificar as práticas culturais, mas dificilmente
extingui-las.
02) A variedade das culturas acompanha, por um lado, a
pluralidade da história humana e, por outro, os
processos de transformação social. Assim, dentro de
um mesmo território, é possível coexistirem diversos
padrões culturais.
04) Ao observar as tradições culturais manifestas nas
colônias portuguesas, a sociologia construiu o
consenso de que a cultura do branco europeu é
superior à do indígena e à do africano.
08) Algumas abordagens sociológicas buscam observar
os elementos materiais e não materiais das
manifestações culturais, com o objetivo de
compreender as funções sociais dessas
manifestações.
16) Ao longo do século XX, a Sociologia acumulou
conhecimento suficiente para concluir que a cultura
não sofre efeitos do desenvolvimento das tecnologias
de comunicação, tais como o cinema, a televisão e a
internet.
 
resposta: 11

UEM 2008 – verão

Questão 17
Leia o texto a seguir:
“A imprensa, o rádio, a televisão, o cinema são indústrias
ultra-ligeiras. Ligeiras pelo aparelhamento produtor, são
ultra-ligeiras pela mercadoria produzida: esta fica
gravada sobre a folha do jornal, sobre a película
cinematográfica, voa sobre as ondas e, no momento do
consumo, torna-se impalpável, uma vez que esse
consumo é psíquico. Entretanto, essa indústria ultraligeira
está organizada segundo o modelo da indústria de
maior concentração técnica e econômica. No quadro
privado, alguns grandes grupos de imprensa, algumas
grandes cadeias de rádio e televisão, algumas sociedades
cinematográficas concentram em seu poder o
aparelhamento (rotativas, estúdios) e dominam as
comunicações de massa. No quadro público, é o Estado
que assegura a concentração.” (MORIN, Edgard. “A
indústria cultural” In: FORACCHI, Marialice Mencarini
& MARTINS, José de Souza (org.). Sociologia e
Sociedade: leituras de introdução à sociologia. Rio de
Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1977, p.300).
Tendo como referência o texto e seus conhecimentos
sobre a temática da “indústria cultural”, assinale a(s)
alternativa(s) correta(s).
 
01) A indústria cultural consegue conjugar organização
burocrática, que visa à produção padronizada e em
larga escala de seus produtos, com individualização e
novidade desejadas pelos consumidores.
02) A produção cultural de massa procura transformar a
cultura em mercadoria, nivelando os valores e os
padrões estéticos de boa parte dos consumidores.
04) Na indústria cultural, há um equilíbrio entre
interesses econômicos, domínio da técnica,
organização burocrática e exercício da criatividade.
08) A indústria cultural, diferentemente de outros ramos
da produção industrial, não visa ao lucro. Seus
produtos são comercializados a preço de custo e seu
consumidor não é tratado como “cliente” e sim como
fã ou colecionador.
16) O ritmo ligeiro da indústria cultural tem como
resultado a produção em série, de baixo custo e
possível de ser acessada por boa parte da população.
 
resposta: 18

UEM 2008 – inverno

10 – Em termos sociológicos, assinale o que for correto
sobre o conceito de classes sociais.
 
01) Sua utilização visa explicar as formas pelas
quais as desigualdades se estruturam e se
reproduzem nas sociedades.
02) De acordo com Karl Marx, as relações entre as
classes sociais transformam-se ao longo da
história conforme a dinâmica dos modos de
produção.
04) As classes sociais, para Marx, definem-se,
sobretudo, pelas relações de cooperação que se
desenvolvem entre os diversos grupos
envolvidos no sistema produtivo.
08) A formação de uma classe social, como os
proletários, só se realiza na sua relação com a
classe opositora, no caso do exemplo, a
burguesia.
16) A afirmação “a história da humanidade é a
história das lutas de classes” expressa a idéia de
que as transformações sociais estão
profundamente associadas às contradições
existentes entre as classes.
 
resposta: 27

UEM 2008 – inverno

11 – Considerando que a produção e a circulação de bens
e de serviços são o resultado da combinação de
trabalho, matéria-prima e instrumentos de produção,
assinale o que for correto.
 
01) Para Karl Marx, no capitalismo, os
trabalhadores encontram-se alienados pelo fato
de não se apropriarem dos resultados do seu
trabalho nem controlarem o processo produtivo.
02) Na produção capitalista contemporânea, a
ciência e a tecnologia tornaram-se forças
produtivas e agentes de acumulação do capital.
04) As atividades relacionadas às artes e à atividade
intelectual não podem ser consideradas trabalho,
pois não produzem riqueza material.
08) No modo de produção asiático, os escravos e os
camponeses entregavam a sua produção ao
Estado, porém o excedente da produção era
dividido igualmente por toda a população.
16) A partir das mudanças ocorridas em seu
processo de produção, o sistema feudal entrou
em declínio, assim, os países europeus
predominantemente agrários lentamente se
transformaram em urbano-industriais.
 
resposta: 11

Entradas Mais Antigas Anteriores

Blog Stats

  • 862,470 visitas
%d blogueiros gostam disto: