ENEM 2017

(Enem 2017)  No período anterior ao golpe militar de 1964, os documentos episcopais indicavam para os bispos que o desenvolvimento econômico, e claramente o desenvolvimento capitalista, orientando-se no sentido da justa distribuição da riqueza, resolveria o problema da miséria rural e, consequentemente, suprimiria a possibilidade do proselitismo e da expansão comunista entre os camponeses. Foi nesse sentido que o golpe de Estado, de 31 de março de 1964, foi acolhido pela igreja.

MARTINS, J. S. A política do Brasil: lúmpen e místico. São Paulo: Contexto. 2011 (adaptado)

 

Em que pesem as divergências no interior do clero após a instalação da ditadura civil-militar, o posicionamento mencionado no texto fundamentou-se no entendimento da hierarquia católica de que o(a)

a) luta de classes é estimulada pelo livre mercado.

b) poder oligárquico é limitado pela ação do Exército.

c) doutrina cristã é beneficiada pelo atraso do interior.

d) espaço político é dominado pelo interesse empresarial.

e) manipulação ideológica é favorecida pela privação material.

 

Resposta: E

Anúncios

UEL 2011

24) Observe a charge.

 

(Haiti. Le Monde Diplomatique Brasil. Ano 3. n. 31. fev. 2010.)

 

A charge remete ao recente problema vivido pelo Haiti, onde um terremoto fez milhares de vítimas.
Com base na charge e nos conhecimentos sobre a América Latina, assinale a alternativa correta.
a) As catástrofes naturais estão na origem da pobreza em diversos países da América Latina, sendo o exemplo mais recente o Haiti.
b) Graças à ajuda humanitária oferecida pelas nações desenvolvidas aos países afetados pelas tragédias naturais, rompe-se o tradicional círculo vicioso da pobreza.
c) Os países da América Latina têm, na base de sua miséria social, a forma atrelada com a qual neles se
desenvolveu o capitalismo, isto é, suas origens coloniais.
d) O exemplo do Haiti revela que a miséria da população resulta da tendência dos pobres em optar por ter vários filhos para se beneficiar dos programas sociais do estado.
e) Na América Latina, as recentes tragédias naturais vividas pelo Haiti, Peru e Chile são agravadas pela ausência de movimentos sociais que reivindiquem direitos de cidadania.

 

resposta: C

 

UEL 2007

29- O gráfico, a seguir, representa a variação nos
índices de pobreza no Brasil, desde 1992, de
acordo com os dados do PNAD (Pesquisa
Nacional por Amostra por Domicílio, do IBGE),
coletados em outubro de cada ano (marcados
pelos pontos no gráfico). Tomando por base as
informações contidas no gráfico, os períodos de
governo dos presidentes brasileiros desde 1992,
e nos conhecimentos sobre o tema, assinale a
alternativa que indica os dois períodos em que
se iniciam as quedas mais acentuadas da
miséria nos últimos 14 anos:
 
 
Fonte: CPS/FGV a partir dos microdados da PNAD/IBGE
*Definida como a parcela da população que tem renda per capita inferior a 121 reais a preços da grande São Paulo ajustada por diferenças regionais de custo de vida. Revisamos os deflatores regionais com base na última Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) do IBGE feita em 2003. Vide nota sobre metodologia.
OBS: 1994 e 2000 são médias dos anos adjacentes. Nesses anos a PNAD não foi
a campo.
Fonte: NEGRI, M. C.. Miséria, desigualdade, estabilidade: o
segundo Real. Rio: FGV/CPS, p. 3. http://www.fgv.br/cps
/pesquisas/site_ret_port/RET_Texto.pdf Acessado em 15 de nov
de 2006.
a) Impeachment do presidente Fernando Collor de
Melo e posse do presidente Luís Inácio Lula da
Silva.
b) Implantação do Plano Real e posse do segundo
mandato do presidente Fernando Henrique
Cardoso.
c) Impeachment do presidente Fernando Collor e
implantação do Programa Bolsa Família.
d) Implantação do Plano Real e Implantação do
Programa Bolsa Família.
e) Posse do primeiro governo do presidente
Fernando Henrique Cardoso e eleição do
presidente Luís Inácio Lula da Silva.
resposta: D

UEL 2005

21- Relatório divulgado pelo Banco Mundial, em 2004, constata que o Brasil teria de elevar “em dez ou 15 vezes” o montante de dinheiro destinado a programas como Bolsa-Escola, a fim de equilibrar as disparidades de renda e integrar os mais pobres ao mercado. Na atual situação, de acordo com o Banco Mundial, o Brasil tem contribuído de maneira significativa para a estagnação da diminuição do número de miseráveis na América Latina. Agrava a situação o fato de que a miséria deve  persistir por muito mais tempo em relação ao resto do mundo, mesmo se houver um ciclo de crescimento econômico com taxas elevadas. Essa dificuldade é acentuada
pelo alto endividamento do país, que vem agindo como empecilho para a melhor redistribuição derenda. Enfim, o Banco Mundial ressalta que tanto a América Latina quanto o Brasil tem-se revelado na contramão em relação ao resto do mundo, que, nos últimos 20 anos, diminuiu pela metade o número de miseráveis. (Adaptado de: Folha de São Paulo, São Paulo, 24 abr. 2004. p. A-7.)
De acordo com o texto, é correto afirmar que, para o Banco Mundial:
a) O Brasil tem contribuído para a estagnação da pobreza mundial, em razão das altas taxas de crescimento econômico dos últimos anos.
b) A pobreza poderia ser erradicada se o Brasil e os governos da América Latina decidissem não saldar a dívida externa.
c) Taxas elevadas de crescimento econômico representam pré-condições à redução pela metade dos atuais níveis de pobreza na América Latina.
d) A redução da pobreza deriva da retração do investimento público, o que liberaria mais dinheiro para o investimento produtivo.
e) O caminho mais adequado para a redução da pobreza é o incremento dos gastos com programas sociais de caráter assistencial.
resposta: E

UEL 2003

23- Observe o quadro a seguir.
Fonte: BRASIL. Ministério Extraordinário de Segurança Alimentar. Política de Segurança Alimentar para o Brasil. Brasília, 2003.
Com base no quadro e nos conhecimentos sobre as estratégias de combate à fome no Brasil, considere as afirmativas a seguir.
I. É necessário coordenar políticas de longo prazo com ações emergenciais na luta contra a fome.
II. A eficácia do combate à fome depende da substituição da agricultura familiar pela agroindústria.
III. Políticas estruturais e de geração de emprego e renda são fundamentais para a erradicação da fome.
IV. Um aumento na oferta de alimentos teria como conseqüência o fim da fome no Brasil.
Estão corretas apenas as afirmativas:
a) I e II.
b) I e III.
c) II e IV.
d) I, III e IV.
e) II, III e IV.
resposta: B

Blog Stats

  • 1.294.552 visitas
%d blogueiros gostam disto: