UEM 2009 – inverno

Questão 14
Utilizando seus conhecimentos sobre o conceito de
“modo de produção”, assinale o que for correto sobre
suas características no capitalismo.
01) Exige que o trabalho humano acompanhe as
constantes transformações do mundo do trabalho,
separando as unidades de concepção das de
produção.
02) Estruturou a divisão da sociedade entre proprietários
dos meios de produção e proprietários da força de
trabalho. Essa diferenciação marcou não só as
relações dentro de ambientes fabris, mas também os
locais de moradia e lazer dos trabalhadores.
04) Organizou a produção de uma forma de
conhecimento científico que propiciou a apropriação
intensa da natureza. Contudo os benefícios gerados
por tal apropriação não alcançaram a sociedade como
um todo.
08) Ao mesmo tempo em que deixou o indivíduo livre
para trocar sua força de trabalho por salário, gerou
um processo de alienação do trabalhador.
16) Procurou o aperfeiçoamento técnico constante, mais
produtividade dos operários e racionalização dos
processos produtivos, com o objetivo de expandir os
lucros e baixar os custos de produção.
 
resposta: 31
Anúncios

UEL 2007

28- De acordo com Octavio Ianni: “Para melhor
compreender o processo de estratificação social,
enquanto processo estrutural, convém partirmos do
princípio. Isto é, precisamos compreender que a
maneira pela qual se estratifica uma sociedade
depende da maneira pela qual os homens se
reproduzem socialmente”.
Fonte: IANNI, O. Estrutura e História. In IANNI, Octavio (org).
Teorias da Estratificação Social: leitura de sociologia. São
Paulo: Cia. Editora Nacional, 1978, p. 11.
Com base no texto e nos conhecimentos sobre
estratificação social, considere as afirmativas a
seguir:
I. Os estamentos são formas de estratificação
baseadas em categorias socioculturais como
tradição, linhagem, vassalagem, honra e
cavalheirismo.
II. As classses sociais são formas de
estratificação baseadas em renda, religião, raça
e hereditariedade.
III. As mudanças sociais estruturais ocorrem
quando há mudanças significativas na
organização da produção e na divisão social do
trabalho.
IV. As castas são formas de estratificação social
baseadas na propriedade dos meios de
produção e da força de trabalho.
A alternativa que contém todas as afirmativas
corretas é:
a) I e II
b) I e III
c) II e III
d) I, II e IV
e) II, III e IV
resposta: B

UEL 2007

32- Karl Marx exerceu grande influência na teoria
sociológica. Segundo o autor: “[…] na produção
social da sua existência, os homens estabelecem
relações determinadas, necessárias, independentes
da sua vontade, relações de produção… O conjunto
destas relações de produção constitui a estrutura
econômica da sociedade, a base concreta sobre a
qual se eleva uma superestrutura jurídica e política
e à qual correspondem determinadas formas de
consciência social”.
Fonte: MARX, K. Contribuição à crítica da economia política.
Tradução de Florestan Fernandes. São Paulo, Ed. Mandacaru, 1989,
p. 28.
De acordo com o texto e os conhecimentos
sobre o autor, é correto afirmar que:
a) A superestrutura jurídica e política é o resultado
do modo como as pessoas se organizam para
produzir a subsistência material em determinada
sociedade.
b) A superestrutura jurídica e política é o resultado
da consciência social dos líderes políticos e
independe do modo de produção em dada
sociedade.
c) A superestrutura política é o resultado do modo
como as pessoas se organizam para produzir a
subsistência material em determinada
sociedade, mas a esfera jurídica depende da
consciência social.
d) A superestrutura jurídica é o resultado do modo
como as pessoas se organizam para produzir a
subsistência material em determinada
sociedade, mas a esfera política depende da
consciência social.
e) A superestrutura jurídica e política é o resultado
da consciência social dos homens.
resposta: A

UEL 2005

37- “Cascavel – Uma pequena cidade no interior do Paraná
está provando que machismo é coisa do passado. Com
15 mil habitantes, conforme o IBGE, Ampére (a 150
quilômetros de Cascavel), no Sudoeste, tem fartura de
emprego para as mulheres. Ex-donas de casa partiram
para o trabalho fixo, enquanto os homens,
desempregados ou não, passaram a assumir os serviços
domésticos. Assim, elas estão garantindo mais uma fonte
de renda para a família, além de eliminar antigos
preconceitos. A situação torna-se ainda mais evidente
quando os homens estão desempregados e são as
mulheres que pagam as contas básicas da família.
Conforme levantamento informal, em Ampére, o número
de homens sem vínculo empregatício é maior do que o de
mulheres. Para driblar as dificuldades, eles fazem bicos
temporários e quando não há serviço, tornam-se donos de
casa. O motivo para essa mudança de comportamento é a
[…] Industrial Ltda., uma potência no setor de confecções
que dá emprego a 1200 pessoas, das quais 80% são
mulheres. Com a fábrica, famílias migraram do interior
para a cidade. As mulheres abandonaram o posto de
donas de casa ou de empregadas domésticas,
aprendendo a apostar na capacidade de competição”.
(Costa, Ilza Costa. Papéis trocados. Gazeta do Povo,
Curitiba, 01 out. 1999. p. 14.) O fenômeno da troca de
papéis sociais, relatado no texto, ilustra a base da
tese usada por Karl Marx (1818-1883) na explicação
geral que formula sobre a relação entre a infraestrutura
e a supra-estrutura na sociedade capitalista.
Com base no texto e nos conhecimentos sobre essa
tese de Karl Marx, é correto afirmar:
a) Na explicação das mudanças ocorridas no
comportamento coletivo, deve-se privilegiar o papel
ativo do indivíduo na escolha das ações, ou seja, o
que importa é a motivação que inspira suas opções.
b) É a imitação que constitui a sociedade, enquanto a
invenção abre o caminho das mudanças e de seu
progresso. A invenção, produtora das transformações
sociais, é individual, dependendo de poucos;
enquanto a imitação, coletiva, necessita sempre de
mais de uma pessoa.
c) A família é a verdadeira unidade social; é a célula
social que, em seu conjunto, compõe a sociedade.
Portanto, a sociedade não pode ser decomposta em
indivíduos, mas em famílias. É a família a fonte
espontânea da educação moral, bem como a base
natural da organização política.
d) Há uma relação de determinação entre a maneira
como um grupo concreto estrutura suas condições
materiais de existência – chamada de modo de
produção – e o formato e conteúdo das demais
organizações, instituições sociais e idéias gerais
presentes nas relações sociais.
e) A organização social deve fundar-se na separação
dos ofícios, inerente à divisão do trabalho social e na
combinação dos esforços individuais. Sem divisão do
trabalho social, não há cooperação e, portanto, a
coesão social entre as classes torna-se impossível.
resposta: D

Blog Stats

  • 1.200.078 visitas
%d blogueiros gostam disto: